Colônia de Férias


INTRODUÇÃO

Colônia de Férias e sua História no Brasil

Foi no princípio do Séc. 20 que surgiram as primeiras Colônias de Férias no Brasil que, inicialmente, objetivavam a recreação utilizadas como instrumento de administração destinado a estabelecer a recuperação da capacidade de produção dos trabalhadores após um exaustivo período de trabalho.
Foram, também, utilizadas como mecanismo para ocupar as crianças nos períodos das férias escolares objetivando ampliar, via educação, as possibilidades de socialização, do senso de cooperação e liderança.
Houve tempo que o governo estimulou a adoção de Colônias de Férias tendo em vista a possibilidade de através delas serem desenvolvidas noções de patriotismo visando a perseguição dos princípios de ordem e progresso.
Hoje, no momento em que as condições de sobrevivência numa sociedade cada vez mais violenta e mais tecnicista se tornam a tônica, as colônias de férias tendem a se transformarem em espaço privilegiado onde se pode alcançar o sonho de uma vida com maior qualidade no meio urbano.
Flávio Lettieri , ao falar sobre acampamentos, diz ser este “espaço” o momento de aprender brincando. Podemos ampliar o conceito para o formato de Colônia de Férias quando juntamente a atividades de recreação devemos ter presente atividades que agreguem outros conceitos como: preservação ambiental, resgate de tradições, diversidade étnica, de linguagens, de culturas, etc.

TEMA

O tema da programação é o universo circense e a colônia irá enfatizar a questão da integração, convivência e socialização, fazendo com que crianças, adolescentes e adultos de diferentes origens possam descobrir afinidades.

OBJETIVOS

GERAL

Levar arte, cultura e lazer, de um jeito novo, para crianças, jovens e adultos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Promover brincadeiras dinâmicas com o público espectador onde todos participam e interagem uns com os outros;
Utilizar, nas brincadeiras, diversas linguagens: música, teatro, circo, poesia, dança, artes plásticas, artesanato;
Resgatar tradições infantis através da utilização de brincadeiras e músicas do passado, hoje pouco exploradas e divulgadas;
Proporcionar um entretenimento diferente e único com muita magia e encantamento;

OBSERVAÇÃO
Cada uma das atividades planejadas têm seus próprios objetivos tais como: levar a criança a sonhar, libertar a criatividade, aprender a falar, ouvir, esperar sua vez e, principalmente, partilhar, desenvolver a linguagem, despertar o interesse e o raciocínio, valorizar a existência de outros seres vivos, reconhecer formas, cores, materiais, reaproveitar o “lixo”;

PLANO DE EXECUÇÃO DO EVENTO

LAZER
Do latim licere e significa ser lícito, ser permitido.
Segundo Dumazedier, “O lazer é um conjunto de ocupações às quais o indivíduo pode entregar-se de livre vontade, seja para repousar, seja para divertir-se, recrear-se e entreter-se, ou ainda, para desenvolver sua informação ou formação desinteressada, sua participação social voluntária ou sua livre capacidade criadora após livrar-se ou desembaraçar-se das obrigações profissionais, familiares e sociais.” e portanto, nos propomos a desenvolver diversas atividades que são próprias para o exercício do lazer sob o formato de Colônia de férias destinadas a atender, prioritariamente, ao público infanto-juvenil compreendido pela faixa etária entre 6 a 17 anos.

CULTURA

O diferencial que procuramos construir juntamente com as atividades de lazer é obtido por atividades de caráter artístico culturais representadas pela apresentação, entre uma brincadeira e outra, de pequenas peças teatrais e esquetes de músicas teatralizadas, perfomances circenses e filmes.
Poderemos apresentar igualmente espetáculos completos de teatro e circo com a instalação de Lona de Circo completa preparada para apresentações tanto diurnas quanto noturnas.

ATIVIDADES SUGERIDAS

MINI CIRCO

Cine circense

Palestras educativas: saúde, meio ambiente, trânsito.

Contação de histórias

OFICINAS

Artes circenses: malabares, acrobacias no solo, tecido, arame bambo, perna de pau, mágica

Teatro: oficina de sombras, confecção de bonecos fantoches, máscaras

Culinária: oficina de confecção de pratos da cozinha prática infanto/juvenil

Artes plásticas: retrato da sombra, pintar a história

Artesanato/ reciclagem: confeccionar e soltar pipa, confecção de peruca de palhaço, jogos de imã, marmorização, bijuterias

Confecção de objetos: malabares( bolinhas, aros, claves), instrumentos musicais

BRINCADEIRAS/COMPETIÇÕES

Atividades: realização de brincadeiras dinâmicas e divertidas, monitoradas por profissionais especializados em entretenimento, promovendo disputas entre meninos e meninas favorecendo o entrosamento, o companheirismo e a socialização.
Processo: durante o desenvolvimento das brincadeiras, cada competidor vai somando pontos para sua equipe quando, no final, restará uma vencedora.

Brincadeiras: xadrez gigante, festival de palavras cruzadas, jogos diversos, cama elástica

ESPETÁCULOS

TEATRO – Phábrika Cultural, Cia. Mágica Vida, Casa do Teatro , Família Nascimento (bonecos)

Grilolândia
Um Rato Diferente
Histórias que vêem do Céu
Os três Porquinhos (bonecos)
A Grande Aventura (bonecos)

CIRCO - Circo Aloma – Circenses
- Circo Irmãos Simões – No Mundo do Circo

DANÇA
Coisas de Criança - Cia. Mágica Vida
- Eliane Maris Produções

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
As vovós da alegria
Cida Alves
Eliane Maris

FILMES
O Circo – Charles Chaplin
Sinbad o Marujo Trapalhão – Renato Aragão
Os Saltimbancos Trapalhões – Renato Aragão
Dumbo - Walt Disney
Os Irmãos Marx no Circo – Irmãos Marx
Betão Ronca Ferro - Mazzaropi

CONDIÇÕES GERAIS

DURAÇÃO: 3 horas/turno
10 dias

LOCAL: recinto aberto ensombreado e/ou fechado

MOBILIÁRIO: Mesas e cadeiras

OFICINAS: 3/turno (9 as 12 horas e/ou l4 as l7 horas)

NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA: Mínimo = 12
Máximo = 25

FAIXA ETÁRIA: 6 a 17 anos

CONDIÇÕES TÉCNICAS

Música ambiental tocada por meios eletrônicos.
Para tanto é necessário: Aparelho para reprodução de “CD”, caixas acústicas, 1 operador de som

CUSTOS

INSTRUTORES/Monitores: 2 (dois) por turma

AULA/DIA: R$ 150,00 (Cento e cinqüenta reais) cada instrutor

ESPETÁCULOS: Circo ……………………… R$
Teatro ……………………. R$
Cinema…………………… R$

MINI CIRCO (locação)
Transp., mont/desmontagem, operação/ 1 monitor) período 10 dias + 10 filmes ……. R$

LONA DE CIRCO (locação)
16 x 23 ms , 2 mastros, capacidade 400 espectadores
Completa com picadeiro, cadeiras, iluminação, sonorização, aparelhos para oficinas ……R$

PALESTRANTES
Especialistas por tema……… R$

Café da manhã e Lanche da tarde

Caso seja de interesse podemos fornecer guloseimas para os participantes constando de pipoca, pururuca, maçã do amor, amendoim doce, algodão doce, coquinho doce, feitas na hora, ao preço de R$ ( ) por participante/unidade de guloseima.

BIBLIOGRAFIA

LETTIERI, Flávio. Acampando com a garotada. São Paulo: Ícone, 1999